Doenças Oculares

astigmatismo - doenca

Astigmatismo

É um erro refrativo devido a uma má formação da córnea, fazendo com que a luz refrate por vários pontos da retina em vez de se focar em apenas um.

Sintomas: visão distorcida tanto para perto quanto para longe.

Tratamento: lentes corretivas ou cirurgia.

hipermetropia - doenca

Hipermetropia

É um erro refrativo no qual a imagem é focada atrás da retina, causando dificuldade para enxergar objetos próximos.

Sintomas: dificuldade para ler e enxergar objetos próximos, cansaço visual e dor de cabeça.

Tratamento: lentes corretivas ou cirurgia.

miopia - doenca

Miopia

É um erro refrativo no qual a imagem é focada à frente da retina, provocando baixa qualidade de visão à distância.

Sintomas: dificuldade em enxergar de longe, dor de cabeça.

Tratamento: lentes corretivas ou cirurgia.

Catarata

Catarata

É a opacificação do cristalino, conhecido como lente natural do olho. Essa opacificação faz parte do processo natural de envelhecimento (catarata senil) e provoca diminuição progressiva da visão. Contudo, a catarata pode manifestar em recém-nascidos em decorrência de infecções materna durante a gestação, assim como por mutação genética (catarata congênita); em crianças e adultos jovens, é decorrente de trauma ocular (catarata traumática) ou secundária à inflamação ocular, ao uso de medicamentos e a algumas doenças.

Sintomas: borramento visual, percepção alterada das cores, dificuldade em dirigir a noite e piora da visão em ambientes bem iluminados.

Tratamento: o tratamento da catarata é exclusivamente cirúrgico.

Glaucoma

Glaucoma

Doença ocular crônica que pode ser causada por múltiplos fatores e provoca lesão no nervo óptico, com consequente perda progressiva do campo visual. Se não tratado de forma adequada, o portador de glaucoma, começa a perder a visão periférica (enxerga bem os objetos à sua frente, mas não os que estão nas laterais). Nos estágios mais avançados da doença, pode provocar cegueira irreversível, pois a visão central também é atingida.

Sintomas: no início, o glaucoma não apresenta sintomas perceptíveis, a medida que a doença progride, nota-se perda da visão periférica e por último da visão central.

Tratamento: o glaucoma como dito anteriormente, é uma doença crônica, ou seja, não tem cura. Contudo, há tratamentos diversos para seu controle, como medicamentos, laser e cirurgias.

Retinopatia

Retinopatia diabética

É a manifestação do diabetes nos vasos sanguíneos da retina. O acometimento da retina pelo diabetes aumenta com a duração da doença. Após 20 anos de doença, aproximadamente 99% dos portadores de DM tipo 1 e 60% dos portadores de DM tipo 2 terão algum grau de retinopatia diabética.

Sintomas: nem sempre são percebidos no início da doença, por isso, é importante realizar exame oftalmológico regularmente. Nos casos mais avançados, pode provocar visão torta, manchas escuras na visão e até mesmo cegueira.

Tratamento: o controle clínico do diabetes é essencial para frear a progressão da doença ocular. As opções de tratamentos ocular incluem laser e medicação intra-vítea.

Dermatocalase

Dermatocálase

É o excesso de pele observado tanto nas pálpebras superiores quanto nas inferiores. Está frequentemente relacionado ao processo de envelhecimento, contudo, indivíduos relativamente jovens podem ser acometidos.

Sintomas: na pálpebra superior provoca sensação de peso e cansaço visual, enquanto na pálpebra inferior não produz sintomas, apenas incômodo do ponto de vista estético.

Tratamento: o excesso de pele palpebral, tanto superior quanto inferior, é tratado cirurgicamente.

Triquiase

Triquíase

Embora o nome pareça incomum essa doença é frequente e pode causar sérios danos à visão. A triquíase é a orientação anômala dos cílios, que erroneamente passam a crescer em direção ao globo ocular.

Sintomas: hiperemia ocular, dor ocular, sensação de areia nos olhos, entre outros.

Tratamento: epilação com eletrocautério, epilação a laser e até mesmo cirurgia, em casos selecionados.

× Envie uma mensagem